comunicação

comunicação

Departamento de Comunicação da SoS Sertão.

O Governo do Estado do Piauí, por meio da Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semar), lançou um aplicativo de celular para quem deseja conhecer melhor a fauna piauiense.
 
O aplicativo Fauna Piauí está disponível para download gratuito nas plataformas com sistemas Android e IOS.
 
“O aplicativo tem como objetivo promover a conscientização sobre a importância da Fauna Silvestre para com a manutenção dos ecossistemas existentes no Estado. Além disso, visa estimular a participação dos alunos da rede educacional de ensino na proteção da fauna local. É uma iniciativa da Semar, realizada com apoio da empresa Casa dos Ventos”, explica o superintendente de Meio Ambiente, Carlos Moura Fé.
 
É possível ver os animais da extensa fauna do Piauí e o acesso pode garantir até mesmo ouvir o canto de algumas aves. Há também um quiz interativo que testa seus conhecimentos sobre os animais. No aplicativo consta a lista de todas as escolas estaduais do Estado, de modo a permitir que seus alunos possam eleger o seu mascote.
 
O desenvolvimento do aplicativo teve como parceiro a SoS Sertão.
 
Fonte: http://www.semar.pi.gov.br/noticia.php?id=3056

Termos e Condições Gerais de Uso do Aplicativo "FAUNA DO PIAUÍ"

Leia com atenção os termos e condições.

O presente termos e condições gerais para o uso do aplicativo nominado "FAUNA DO PIAUÍ" aplicam-se aos serviços prestados pela pessoa jurídica SOS Sertão - Organização Sertaneja dos Amigos da Natureza, devidamente registrada sob o CNPJ nº 03.975.649/0001-16, dos direitos autorais do aplicativo supra nominado, disponível gratuitamente.

A propriedade autoral sobre o aplicativo "FAUNA DO PIAUÍ", a marca que lhe é correlata, seus processos, conteúdo - inclusive código fonte -, conteúdos de telas, bancos de dados, redes, arquivos e demais conteúdos magnéticos relacionados ao aplicativo em questão são propriedade autoral da SoS Sertão – Organização Sertaneja dos Amigos da Natureza, estando protegidos pelas disposições de todas as leis e tratados internacionais sobre direitos autorais, em especial as Leis Federais brasileiras de nº 9.609/1998 e 9.610/1998, além do Código Civil Brasileiro, sendo vedada a utilização de qualquer conteúdo de propriedade intelectual das pessoas acima indicadas sem sua expressa autorização.

  1. Ao concordar com os presentes TERMOS E CONDIÇÕES GERAIS DE USO, o usuário aceita integralmente as presentes normas e compromete-se a observá-las sob risco de aplicação das penalidades cabíveis.
  2. O usuário somente poderá utilizar os serviços prestados através do aplicativo "FAUNA DO PIAUÍ", bem como de seu portal e hotsite, para finalidades lícitas no Brasil e/ou na localidade a cuja jurisdição esteja submetido o usuário.
  3. O download do aplicativo "FAUNA DO PIAUÍ", bem como o acesso aos serviços dos demais sites, portais, páginas e demais serviços disponibilizados ou prestados pelos proprietários de seus direitos autorais implica na aceitação de todos os termos e condições estabelecidos neste documento eletrônico, sendo que, havendo discordância, o usuário deverá: a) abster-se de promover o download do aplicativo em seu dispositivo de armazenamento e/ou apagá-lo, caso já haja feito a descarga do conteúdo em sua memória; e b) abster-se de acessar qualquer conteúdo divulgado pelos proprietários dos direitos autorais do aplicativo, incluindo-se o conteúdo disponibilizado em seus sites, portais e demais meios de acesso.
  4. O usuário não poderá valer-se das funcionalidades do aplicativo "FAUNA DO PIAUÍ" e dos sites e portais disponibilizados pelos detentores de seus direitos autorais para: a) publicar, enviar, distribuir ou divulgar conteúdos ou informação de caráter difamatório, obsceno ou ilícito, incluindo-se informações e conteúdo cujos direitos autorais pertençam a terceiros; marcas registradas ou protegidas por direitos autorais de terceiros; imagens que não estejam de acordo com a política interna dos autores e detentores de direitos autorais do aplicativo; imagens com conteúdos pornográficos, ilustrando o uso de armas de fogo, narcóticos, violência, pedofilia e/ou qualquer outro conteúdo protegido ou proibido por lei. b) divulgar informações pessoais de terceiros, inclusive endereços na internet.
  5. Os detentores dos direitos autorais do aplicativo "FAUNA DO PIAUÍ" não se responsabilizam por eventuais falhas nos serviços ou inexatidão das informações oferecidas que, por serem voláteis e sujeitas a uma extensa cadeia de colaboradores, poderá estar sujeita a erros ou ser inadequada aos objetivos pessoais do usuário.
  6. O usuário se compromete a notificar a administração do "FAUNA DO PIAUÍ", através do email Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo., de maneira imediata, ao tomar conhecimento da violação de qualquer dos termos e condições de uso deste site.
  7. Os administradores e detentores dos direitos autorais sobre o aplicativo "FAUNA DO PIAUÍ" reservam-se ao direito de, sem aviso prévio e a qualquer momento, alterar os termos e condições para uso do aplicativo sendo que, caso o usuário não concorde com os novos termos, deverá cessar o uso dos serviços imediatamente.
  8. O descumprimento das ofertas prestadas e obrigações assumidas por terceiros, ainda que através do aplicativo FAUNA DO PIAUÍ e dos seus sites correlacionados, não sujeitará os detentores de seus direitos autorais a responsabilidade civil ou à reparação de danos de qualquer natureza, sendo que estes não são proprietários dos estabelecimentos anunciantes ou possuem vínculo jurídico com os eventos anunciados, atuando como meros prestadores de serviços de publicidade aos anunciantes.
  9. Ao anuir com o presente termo, o usuário declara, para todos os fins de direito, que os atos que atentem contra seu patrimônio imaterial - inclusive moral - e material praticados por terceiros, através do aplicativo em questão, não importará em responsabilidade para os autores e detentores dos direitos autorais sobre o aplicativo.
  10. A interrupção da prestação dos serviços do aplicativo "FAUNA DO PIAUÍ" poderá ser dada, a qualquer momento, sem aviso prévio aos usuários, que nada poderão reclamar em função disso.
  11. O usuário concorda expressamente que seus dados, bem como toda e qualquer informação oferecida através do uso do aplicativo, incluindo-se - mas não limitando-se - seus dados pessoais tais quais nome, endereço, email, RG, CPF, números de telefone, imagens entre outros solicitados, sejam armazenados em banco de dados de propriedade dos detentores dos direitos autorais do aplicativo "FAUNA DO PIAUÍ", passando a fazer parte do patrimônio destes, que poderão fornecê-los a terceiros sem qualquer aviso, notificação ou autorização prévia do usuário.
  12. As partes elegem o foro da COMARCA DE PATOS - PARAÍBA para o processamento de qualquer litígio que envolva as partes.

Contratação de empresa para aquisição de combustível (gasolina – valor médio PB interior) para execução do Projeto - PALESTINA: Reuso de Água e Capacitação para Inclusão Produtiva, conforme Acordo de Cooperação Financeira (ACF) 0194/2018).

 

Contratação de empresa de locação de automóvel para execução do Projeto - PALESTINA: Reuso de Água e Capacitação para Inclusão Produtiva, conforme Acordo de Cooperação Financeira (ACF) 0194/2018).

O Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade em parceria com a SoS Sertão estão promovendo a consulta pública de criação do Parque Nacional da Serra do Teixeira - PB.

Temos áreas para Cotas de Reserva Ambiental no Cerrado, Caatinga e Mata Atlântica. Homologadas conforme CAR, podendo alugar a área total ou parcial, com pagamentos mensais ou anuais em contratos flexíveis, de acordo com a sua necessidade.

 

Temos áreas nos seguintes Estados:

- Maranhão

- Piauí

 

Entre em contato conosco: 

Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

(83) 3421 - 6467

(83) 9 9916 - 8001 

A cada dia animais centenas de animais silvestres em todo o Brasil são retirados da natureza. Mesmo com a existência de operações de combate a captura e o comercio ilegal as pessoas ainda continuam a querer criar animais silvestres como se fossem bichos de estimação. Essa realidade tem que mudar.

Imagine uma pessoa sendo sequestrada e ficando a mercê de nunca mais rever a sua família, é justamente isso que ocorre com a maioria dos animais silvestres capturados, são retirados sem dó e piedade de seus habitas e seguem para outras regiões sendo que muitos deles perdem a vida devido a maus tratos. Animais silvestres tem um papel fundamental na manutenção de muitos ecossistemas.

O Projeto SOLTANDO VIDAS é uma inciativa da SOS SERTÃO em parceria com Órgãos ambientais que visa sobretudo repovoar os ambientes naturais que vem perdendo animais silvestres em função da Captura Ilegal. Cada Iniciativa é feita a partir da demanda de soltura de animais em recuperação nos CETAS (Centros de Triagem de Animais Silvestres)

Através de parcerias com proprietários rurais a SOS SERTÃO identifica áreas de soltura e a partir de então organiza toda a estrutura para receber e depois promover de forma legal a reintrodução dos animais silvestres.

A partir de doações de material e de recursos da própria SOS SERTÃO fazemos o acompanhamento dos animais até a sua soltura definitiva, tudo promovido por profissionais habilitados e com larga experiência no assunto.

Partiu soltura... 18/01/2018 
Fechado para doação. Recurso garantido (SOS SERTÃO)

Acompanhe agora o retorno de mais 100 pássaros silvestres a natureza!

Esse animais serão devolvidos ao habitat natural e você vai acompanhar a partir de agora...

05 – Azulão
44 – Galo de Campina
42 – Papa Capim
23 – Patativa
54 – Canário
06 – Sabiá Laranjeira
06 – Sabiá Branco
02 – Tuim
06 – tiziu
07 – Sibito
09 – Sanhaço cinzento 
28 – Tico Tico
02 - Rolinha caldo de Feijão
01 – Estevão
01 – Bigode
02 – caboclinho
02 – Sanhaço de coqueiro
02 – Encontro de Prata
02 – Bico de Lau
02 – Carcará

Visite nossa página https://www.facebook.com/SoltandoVidas

"Aguardo há dez anos por uma iniciativa como esta e o sentimento é de gratidão por finalmente sermos atendidos". A declaração é Eliazer Pereira, representante da Associação de Desenvolvimento Rural Beira Rio, de Parelhas. A comunidade foi uma das beneficiadas com a assinatura da ordem de serviço assinada pelo governador Robinson Faria para a execução de um Projeto Piloto de Combate à Desertificação.

A solenidade ocorreu nesta segunda-feira (9), na sede do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Parelhas e teve a presença dos secretários de Estado Vagner Araújo (Gestão de Projetos) e Raimundo da Costa Sobrinho (Assuntos Fundiários e Apoio à Reforma Agrária), do deputado estadual Nelter Queiroz e de prefeitos da região.

"Trago para a região 2 milhões e 400 mil reais para a construção de barragens subterrâneas, perfuração de poços, construção de encostas e outras ações. São obras importantes de acesso à água e combate à desertificação que beneficiarão três cidades castigadas pela falta de água", disse o governador.

As associações contempladas são financiadas pelo governo estadual, através da secretaria de Trabalho, Habitação e Ação Social e do Governo Cidadão, por meio do Acordo de Empréstimo com o Banco Mundial. "Estamos trazendo recursos, mas assegurando também o compromisso de apoio a essas associações no enfrentamento ao processo de desertificação", destacou o secretário e coordenador geral do Governo Cidadão, Vagner Araújo.

Foram beneficiadas associações de Parelhas (Timbaúba, Beira Rio e Boqueirão), Carnaúba dos Dantas (Carnaúba de Baixo e Adjacentes, Ermo e Rajadas) e de Equador (Bouqueirãozinho e Galo Branco, Serra Redonda de Cima, Tanquinho e Salgadinho e Boa Vista).

As associações receberão assistência técnica do 'SOS Sertão', entidade especializada na problemática da desertificação. As comunidades serão acompanhadas na implantação correta dos projetos e aplicação do recurso.

 

Fonte: ASSECOM/RN

 

O Projeto REUSO DE ÁGUA E CAPACITAÇÃO PARA A INCLUSÃO PRODUTIVA, foi um dos aprovados no Fundo Socioambiental CAIXA - Projetos de Desenvolvimento e Cidadania, as propostas selecionadas estão disponíveis na Chamada Pública 01/2017, publicada no DOU dia 05/06/2017, página nº 108, Seção 3. O Fundo teve como objetivo selecionar projetos que tenham como finalidade a erradicação da pobreza, inclusão social e econômica, promoção da justiça, dignidade e qualidade de vida.

 

Fique por dentro das últimas informações sobre a SoS Sertão assinado o Boletim Informativo.

Publicações

Perguntas e Respostas sobre RPPN

Perguntas e Respostas sobre Reservas Particulares do Patrimônio Natural (RPPN).

Caminho das Pedras

Caminho das Pedras: Manual de acesso às fontes de recursos públicos nacionais para proprietários de RPPN